"QUEM TEM CRISTO COMO COMANDANTE, NAVEGA SEMPRE EM ÁGUAS TRANQUILAS"

Cadastre seu e-mail para receber atualizações das novas postagens.

sábado, 12 de março de 2011

Doenças

DOENÇAS
Manuel Falcão
Em caso de doença, não deixe nunca de consultar um médico veterinário. Só ele poderá
efectuar um diagnóstico correcto e prescrever o tratamento mais adequado. Ainda que
tenha um diagnóstico correcto das doenças das suas aves, lembre-se que as bactérias
desenvolvem resistências e como tal só as conseguirá combater com uma análise de
sensibilidade solicitada pelo seu médico veterinário.
Toda a informação constante neste capítulo, foi efectuada com base em pesquisas, pelo
que qualquer incorrecção detectada deverá ser comunicada para se proceder á sua
correcção.
Além do quadro resumo abaixo apresentado, deverá consultar a páginas aqui
mencionadas, onde encontrará uma informação mais pormenorizada sobre as diversas
doenças.
Sempre que forneça antibióticos ás suas aves, deve fornecer conjuntamente Vitaminas,
Aminoácidos e Próbioticos reconstituinte da flora intestinal da sua ave.
Nos casos em que os antibióticos tenham tetraciclinas, deve retirar o GRIT das gaiolas,
dado que os sais de cálcio desactivam o antibiótico.
Leia atentamente as contra-indicações pois existem antibióticos que nunca se podem
misturar e procure sempre aconselhar-se com um médico veterinário.
Lembre-se que a melhor medida de controlo e prevenção de doenças é a limpeza e
desinfecção das gaiolas (evitando a propagação de doença), assim como a criação de
uma quarentena, separada fisicamente do local onde tem o seu plantel de aves
(evitando o contágio do seu plantel por aves que provavelmente possam estar
infectadas).
1 . Doenças Infecciosas
1.1 BACTERIANAS (bactérias)
Enterites bacterianas: (E.coli, Salmonella, Shigella) provocam alteração do estado geral
das aves, fezes pouco consistentes, hemorrágicas, escurecidas, ou muito claras, além
de alta mortalidade de filhotes na primeira semana de vida. Os agentes podem ser
primários ou manifestarem-se secundariamente a outras afecções, sendo o diagnóstico
laboratorial (exame de fezes) e o tratamento altamente específico (grande resistência a
antibióticos).
- CÓLERA OU PASTEURELOSIS
- CORIZA
- MICOPLASMOSIS
- ORNITOSIS
- COLIBACILOSE
1.2 VIRÓTICAS
Enterites Virais: acontecem mais raramente nas criações, mas podem se tornar
altamente letais quando entram em secundariamente a outras afecções que podem
fragilizar o sistema imune da ave (Newcastle, Varíola, etc). Os sistemas podem ser os
mais variados e o melhor remédio é a prevenção com uma boa nutrição e uma
desinfecção correcta.
- NEW CASTLE OU PARAMIXOVIRUS
- ADENOVIRUS
- DIFTERO VIRUELA
- HERPER / SARNA
- TUBERCULOSE
1.3 MICÓTICAS (fungos)
Enterites Tóxicas: provocada por alimentos contaminados por toxinas (fungos, bolores e
agro tóxicos). Provocam mortalidade em massa e mesmo após identificação e
eliminação do problema, os sintomas persistem por algum tempo. Cuidado na compra
de sementes e também no seu armazenamento!
- ASPERGILOSIS
- MUGUET OU CANDIDIASIS
- PROVENTRICULE
2. Doenças Parasitárias
Enterites por protozoários: são as famosas coccídioses que atormentam criadores,
principalmente de pintassilgos. As aves desenvolvem uma diarreia que pode ser
mucosa, catarral ou hemorrágica, dependendo do agente, seguida de perda de apetite,
anemia profunda e morte. São de difícil tratamento sendo necessário, as vezes
associação de medicamentos.
2.1 Parasitas Internos
- Coccidiosis
- Ascaradiosis— Ascaradiose
- Capilariosis (Capilariose e Heteraquiose)
- Teniasis
2.2 PROTOZOÁRIOS
- Plasmodiosis ou Malária
- Haemoproteosis
- Trichomoniasis
2.3 PARASITAS EXTERNOS
- Piolhos
- Ácaros
- Ácaros das penas
- Ácaros vermelhos
3. Doenças Diversas
- Raquitismo
- Conjuntivite
- Ácaro da Traqueia
- Asma
- Almofada nos pés
- Crescimento Retardado
- Doença Óssea Metabólica
- Descoloração das Penas
- Síndrome da Desnutrição Crónica
- Hipo vitaminose A
- Obesidade
- Fígado Gordo
- Aterosclerose
- Deficiência de vitamina K
- Imunodeficiência
- Alimentos Tóxicos
- Medicamentos
- Vírus Polioma (APV)
- Doença de Pacheco (PVD)
- Bico Psitaciforme e Doença de Pelagem (PBFD - Psittacine Beak and Feather Disease)
- Suor das Fêmeas

Nenhum comentário:

Postar um comentário